Região registra primeiros casos de dengue

Região registra primeiros casos de dengue

 

Uma doença viral que se mantém em circulação no território gaúcho desde meados de 2007, quando os primeiros casos de dengue autóctones foram diagnosticados no Rio Grande do Sul, segue fazendo vítimas. Neste ano, conforme dados publicados no último informativo epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul, até 19 de março foram registrados, 6.013 casos suspeitos e 1.715 confirmados, sendo 1.527 autóctones, ou seja, transmitido dentro do Estado. Outros 3.584 continuam aguardando investigação. Apenas um caso evoluiu ao óbito, tendo como vítima uma mulher do município de Chapada.

O aumento de casos, aliado a grande infestação do mosquito transmissor da doença, o Aedes aegypti, está deixando autoridades de saúde preocupadas, que tem investido em mutirões de limpeza para eliminar possíveis focos do mosquito. De acordo com o Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS/RS), dos 497 municípios gaúchos, 435 são considerados infestados pelo vetor transmissor da dengue, Zika e Chikungunya.

Na Região Celeiro já foram registrados 12 casos, sendo nos municípios de Crissiumal, Santo Augusto, São Martinho e Sede Nova.

Confira na edição impressa desta semana do jornal O Celeiro a matéria completa referente aos dados da Região Celeiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.