Santo Augusto registra aumento de 13% em liberação de projetos

O setor da construção civil, tanto de empresas privadas quanto públicas, movimentam o Estado, gerando inúmeros empregos diretos e indiretos. Em Santo Augusto, a construção civil segue com boas notícias, segundo informações repassadas pela Secretaria Municipal de Supervisão e Planejamento (SESUPLAN), em 2021 foram liberados mais de 19 mil metros quadrados para projetos na construção civil, em diferentes setores econômicos, registrando um crescimento de 13% comparado ao ano de 2020.

Confira a relação de licença para construção em 2018, 2019, 2020 e 2021:

Ano       Quantidade de Alvarás                 M²

2018      117                                                 17564

2019      105                                                16219

2020      110                                               17023

2021      117                                                19249

Segundo, Aquiles dos Santos, secretário da SESUPLAN, o destaque é para o crescimento constante da construção civil no loteamento Altos do Glória, com mais de 20 obras residencias em andamento, as quais geram aproximadamente 100 empregos apenas neste local.

Para o engenheiro civil e arquiteto Otávio Polo, mesmo com o período de pandemia, Santo Augusto registrou um crescimento surpreendente. Isso aconteceu também em grande parte no país, as pessoas estão apostando na construção civil. Mesmo com a crise enfrentada a nível global o setor da construção civil registrou um aumento substancial. Polo cita o contexto nacional, onde optam por aquisição de imóveis na planta por ser um investimento que poderá render mais que aplicação bancária, após ser finalizada. Em Santo Augusto é um pouco diferente, mas as pessoas estão investindo, quem está construindo para vender não são muitos, mas estão investindo em reformas, construções residenciais e comerciais. Isto traduz que a cidade realmente está crescendo e surpreendendo positivamente. Atualmente a construção civil é o setor que mais emprega pessoas no município. Polo destaca também o aumento no valor dos materiais de construção, porém, mesmo assim o setor continua registrando crescimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.